Categorias
Coronavírus

Novo Centro de Testagem para Covid-19 em Maracanaú tem capacidade para 100 testes por dia

O centro foi inaugurado na última quarta-feira (12), e funcionará por meio de agendamento no site.

O novo centro de testagem para Covid-19 do Estado, inaugurado nessa quarta-feira (12) em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, tem capacidade para 100 testes por dia. Por semana, serão 500 exames realizados. A unidade instalada pela Secretaria de Saúde do Ceará, por meio do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), funcionará no Centro de Maracanaú, dsa 8h às 16h, no sistema de drive-thru.

O município de Maracanaú, localizado na Região Metropolitana de Fortaleza, já contabiliza 5.726 casos confirmados de infecção pelo vírus Sars-Cov-2 e soma 235 óbitos acumulados desde o início da pandemia, sustentando uma taxa de letalidade de 4,1%. Os números são da plataforma digital IntegraSUS, alimentada pela Sesa, na atualização das 12h25 desta quinta-feira (13).     

O teste deve ser agendado pelo site Saúde Digital ou pelo aplicativo Ceará App, do Governo do Ceará, disponível para o sistema iOS e Android. A abertura de novas vagas será feita semanalmente e, para facilitar o controle, a Secretaria de Saúde conta com a colaboração dos usuários. “Caso não possa comparecer no dia e horário agendados, o usuário deve cancelar a marcação para ceder a vaga a outra pessoa”, informou a Pasta, por nota. 

Tipo de teste

No drive-thru será realizado o teste do tipo RT-PCR, exame feito a partir da coleta de amostras com o “swab”, pela cavidade nasal. O exame detecta o vírus ativo no organismo do indivíduo, assim pessoas sintomáticas e assintomáticas podem realizar o teste.

As amostras recolhidas serão encaminhadas para o Lacen, onde serão analisadas e os resultados ficam prontos em até cinco dias úteis no site Saúde Digital. 

Drive-thru do HGF

O primeiro centro de testagem em massa inaugurado em Fortaleza, o drive-thru do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), que teve início em 15 de junho, já coletou mais de quatro mil amostras. O agendamento para o serviço também é feito através da plataforma Saúde Digital e do aplicatovo Ceará App.

Serviço

Horário: Segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas 

Local: Rua João de Alencar, S/N, Centro

Fonte: Diário do Nordeste.

Categorias
Coronavírus

Mortes por Covid-19 no Ceará ultrapassam 8 mil; são 190 mil casos confirmados

Covid-19 no Ceará ultrapassam mais de 8 mil e já são mais 190 mil casos confirmados em todo o estado.

O número de mortes pela Covid-19 no Ceará chegou a 8.011, com 190.550 casos confirmados da doença, segundo dados da plataforma IntegraSUS, atualizada às 10h36 desta terça-feira (11). O número de pessoas recuperadas é de 161.997.

O intervalo entre o registro de 7 mil e de 8 mil casos foi de 27 dias. Já o intervalo entre os 6 mil óbitos e os 7 mil óbitos foi de 16 dias. As primeiras mortes pelo novo coronavírus no Estado foram confirmadas em 26 de março, há 138 dias.

O Estado tem ainda 85.437 casos em investigação e 602 mortes suspeitas do novo coronavírus. Já foram realizados 530.010 testes para identificar a presença do vírus. Ao todo, já foram notificados 553.782 casos.

A mortalidade da doença, proporção entre as taxas de casos e mortes, está em 4,2%. Das mortes confirmadas, três ocorreram nas últimas 24h.

Fortaleza lidera os número absolutos da doença: 3.743 mortes e 44.194 casos confirmados. A incidência da enfermidade na capital é de 1.655,6. Caucaia é a segunda cidade em número de mortes no Estado, com 321 óbitos, 5.305 casos confirmados e incidência de 1.467,9.

Em seguida no número de casos está Juazeiro do Norte, no Cariri, com 11.904 casos positivos, 235 óbitos e incidência de 4.341,2. Sobral, na Região Norte, contabiliza 10.357 diagnósticos positivos, 289 mortes e 4.957 de incidência. #cenews #tvsoure #ceara #caucaia #fortaleza #ceara #maracanau #covid19 #coronavirus

Categorias
Coronavírus Notícias

Pessoas com mais de 60 anos já podem retornar ao trabalho no Ceará

Apesar disso, segundo determina o decreto do Governo do Estado, é preciso que elas comprovem imunidade ao novo coronavírus.

Desde o início da pandemia, esta faixa de idade tem sido motivo de preocupação pelas autoridades por corresponderem a um dos grupos de risco. O decreto refere-se a trabalhadores acima de 60 (sessenta) anos ou com fatores de risco da COVID-19 que tenham comprovação de imunidade ou de adoecimento há mais de 30 (trinta) dias.

A prova pode ser feita por exames de detecção de anticorpos e atestado médico que comprove a saúde da pessoas neste tempo. Caso não se enquadre nessas condições, o idoso continua proibido de voltar ao trabalho.

Fonte: CE NEWS

Categorias
Coronavírus

Coronavírus: Caucaia registra apenas cinco pacientes internados nesta segunda (20)

Segundo o secretário municipal de saúde, Moacir Soares, a população de Caucaia deve continuar vigilante nas medidas de segurança contra o coronavírus

O município de Caucaia registrou nesta segunda-feira (20) apenas cinco pacientes internados por coronavírus no Hospital de Campanha, sendo 1 paciente na UTI e 4 na enfermaria. “Estamos vencendo a batalha e em pouco tempo vamos vencer a guerra contra o coronavírus em Caucaia”, afirmou o Prefeito Naumi Amorim. 

Ele ressalta que a queda no número de internações é fruto de um trabalho coletivo entre profissionais da saúde do município e da população no cumprimento do isolamento social e de outras medidas de enfrentamento à pandemia. “Passamos por um cenário desafiador. Lamentamos pelas vidas que perdemos, mas devemos nos erguer e não relaxar na luta contra este vírus”, enfatiza o prefeito.  

Segundo o secretário municipal de saúde, Moacir Soares, a população de Caucaia deve continuar vigilante nas medidas de segurança em saúde para evitar uma segunda onda de contaminação no município pelo novo coronavírus.

“O uso indispensável de máscara, a higienização obsessiva com as mãos e o distanciamento social são regras básicas e fundamentais que devemos seguir para nos proteger”, afirma. 

Ainda segundo Moacir, com a queda na procura por atendimento nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) de Caucaia e a baixa taxa de ocupação dos leitos de UTI e enfermaria no Hospital de Campanha, o equipamento destinado para pacientes com coronavírus pode ter outra função a partir do mês de agosto. 

“Pretendemos manter a estrutura do Hospital de Campanha para abrigar as demandas das cirurgias eletivas e outros serviços atinentes ao hospital municipal. Para essa tomada de decisão, fizemos uma análise crítica e situacional com diversos departamentos da nossa secretaria de saúde”, finalizou. 

Fonte: Prefeitura de Caucaia